Domingo, 17 de Outubro de 2021
11979860417
Justiça Justiça

Subprocuradora defende prisão domiciliar para Roberto Jefferson

Parecer de Lindôra Araujo cita estado de saúde do ex-deputado

27/08/2021 20h15
12
Por: Redação Fonte: EBC
© Arquivo/Valter Campanato/Agência Brasil
© Arquivo/Valter Campanato/Agência Brasil

A subprocuradora da República Lindôra Araujo deu hoje (27) parecer favorável ao cumprimento de prisão domiciliar pelo presidente nacional do PTB, o ex-deputado federal Roberto Jefferson. Na manifestação enviada ao Supremo Tribunal Federal (STF), a subprocuradora entendeu que a medida é suficiente para “garantir a ordem pública”, juntamente com o uso de tornozeleira eletrônica.

O parecer foi dado no habeas corpus no qual a defesa de Jefferson pede a concessão de liberdade ou a prisão domiciliar. O caso é relatado pelo ministro Edson Fachin.

No dia 13 de agosto, a Polícia Federal (PF) prendeu Roberto Jefferson. Os agentes cumpriram mandado expedido pelo ministro Alexandre de Moraes. A prisão foi justificada após publicações de supostos ataques aos ministros da Corte nas redes sociais do ex-deputado.

No entendimento de Lindôra Araújo, Roberto Jefferson também deve cumprir prisão domiciliar em função de seu estado de saúde. No pedido de habeas corpus, os advogados informaram que o ex-parlamentar tem indicação para angioplastia coronariana e crises de pielonefrite (inflamação nos rins). “Verifica-se, portanto, a comprovação inequívoca da imprescindibilidade da prisão domiciliar para o indispensável tratamento médico incompatível com o sistema prisional”, opinou a subprocuradora.

Nenhum comentário
500 caracteres restantes.
Comentar
Mostrar mais comentários
* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.
Ele1 - Criar site de notícias